quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

O jardineiro da vida

Compartilhar
Salve, salve amigos de andança espirita, hoje venho plantar uma Semente de Luz que gera uma fácil compreensão com a beleza que esta ao nosso redor e muitas vezes passa despercebida.

O livro Sabedoria de Preto Velho que através de mensagens e reflexões propostos pelo linguajar simples de um ancião negro, tornam os fatos do dia-a-dia com uma melhor compreensão de serem vivenciados.

Uma passagem que eu gosto muito é esta que exponho abaixo:

O Jardineiro da vida
Pai João de Aruanda

Um dia eu ouvi uma história na senzala. Era mais ou menos assim: Um jardineiro saiu plantando flores para embelezar a paisagem triste de um lugar no mundo. Como o chão era muito fértil, as sementes e as mudas foram caindo e brotando, formando um jardim vistoso e bonito. Mas era de uma beleza simples, diferente.
Junto com as flores nasciam outras ervas, outras plantas que o jardineiro não havia semeado. O jardineiro observava com cuidado, pois havia decidido não arrancar as ervas. Ele iria esperar até o tempo certo e e então resolveu adubar e fortalecer as flores. Elas, que já eram tão bonitas, ficaram mais vistosas e se elevaram acima das outras ervas, que foram sufocadas pela simplicidade e pela beleza das margaridas, das hortênsias, dos cravos e dos jasmins.


Tudo florido e bem cuidado, não havia lugar para o mato, que aos poucos foi desaparecendo diante de tanta coisa bela e boa.

Pense nessa história simples e analise a sua vida, suas atitudes, o que você tem plantado e o que tem nascido no jardim de seu coração. Você vai entender o significado dessa história, tão simples quanto pai-velho.
***
Livro: Sabedoria de Preto Velho
Pelo espírito: Pai João de Aruanda
Médium: Robson Pinheiro

Essa história se encontra na página 56, deste livro, que friso novamente, é tido como um dos que eu tenho em minha cabeceira.

Que esta reflexão torne os ambientes e as pessoas que você tem de adubar e fortalecer cada vez com mais flores e belezas ao redor.

2 comentários :

Carla do Vale disse...

Amei esse trecho o que me faz ir atras do livro.
Obrigada.

Carla do Vale disse...

Amei esse trecho o que me faz ir atras do livro.
Obrigada.

Sementes de Luz Plantadas